123 anos de Fernando Pessoa


Se Fernando estivesse vivo estaria fazendo hoje 123 anos… segue abaixo um poema de meu 1o livro “Subverso” dedicado a seus heterônimos. Aproveito e redivulgo este fantástico site que reúne suas obras completas AQUI. Vale muito a pena dar uma lida em suas cartas de amor (sempre ridículas!) trocadas com Ophélia, seu único envolvimento afetivo.

PESSOA

(para os heterônimos de Fernando)

Sou entre tantos
e quase não existo.
Um cheiro estranho
não mais que isso.

Sei,
devo estar
em algum lugar
escondido…

(entre esta úmida sensação de chuva
e a ventofresca impressão de secar)

Amanhã,
talvez,
ganhe um resfriado
e um pouco mais
de existência.