O otimismo histórico

O otimismo histórico – Raúl González Tuñon

O otimismo histório
(Raul Gonzalez Tunon)

Eu sei que tudo muda,
que nada se detém,
nem uma árvore se detém
e ainda a pedra é peregrina.
A solidão não existe,
o mundo é compahia.
Nem a morte está sozinha.
Tudo o que é, é luta.
Sou imortal, pois passo.
Somente a estátua fica.
E ainda ela se move.
Em vão eles se empenham
em deter a história.
Sei que chegará o dia!
Também o sabe o sol.

Leave a Reply